Série: Caminhante: Uma autobiografia

Walker é um livro de memórias sobre a jornada espiritual de uma mulher para abrir seu coração e desenvolver compaixão. Em meio a tudo isso, sua própria coragem seria sua companheira constante.

 

Começa com uma jovem criada em uma família luterana cantora, onde as coisas pareciam boas do lado de fora. Mas por dentro, Jill Loree estava lutando. Mais tarde, ela iria “trilhar a triste estrada do destino”, como diz o AA Big Book, ficando sóbria aos 26 anos e pegando apenas uma ficha branca. Isso não é nada, considerando que a maioria das memórias de infância de Jill Loree são infundidas com a bebida de seu pai. Sua mãe, por outro lado, tinha uma tendência controladora e co-dependente que não terminava. Parece triste, certo?

 

Neste livro de memórias espiritual, no entanto, Jill Loree artisticamente levanta a história da vala e encontra a graça tecendo nas entrelinhas. Walker também se funde em um toque de poesia - dela própria, de seus filhos e até de seu pai - adicionando coração, profundidade e leveza à narrativa. Sua sagacidade gentil e ritmo de escrita rápido mantém as coisas em movimento. Fiel ao título, não há necessidade de se sentar e se lamentar na miséria.

 

Hoje, o caminho espiritual de Jill Loree está repleto da luz de Cristo, que é o que ela descobriu que emerge do âmago do seu ser depois de limpar os detritos acumulados na juventude. Exatamente como o Guia Pathwork disse que aconteceria. Essa é a mensagem mais profunda que ela agora está apaixonada por compartilhar, e que transparece nesta narração calorosa da história de sua vida.

Dedicação

Caminhante
Caminhante
Dedicação
/

Para minha mãe, a rocha contra a qual empurrei. Você me mostrou onde estava meu trabalho e é isso que eu precisava encontrar; é onde eu preciso brilhar minha própria luz. Foi um presente seguir seus passos, por mais difícil que tenha sido às vezes. Para meu pai, cujo caminho também tem sido o meu ...

Compartilhe

Poema

Caminhante
Caminhante
Poema
/

De Provérbios e Pequenas Canções Você caminhando, seus passos estão na estrada, e nada mais; não há estrada, caminhante, você faz a estrada caminhando. Caminhando, você faz a estrada, e quando olha para trás, você vê o caminho que nunca pisarei novamente. Caminhante, não há estrada, Apenas trilhas de vento no mar. - Por Antonio Machado (1875–1939), traduzido por Robert Bly

Compartilhe

Prefácio

Caminhante
Caminhante
Prefácio
/

Eles dizem para ter cuidado ao apontar um dedo para outra pessoa, porque você sempre tem três apontando para você. Nunca achei que isso fosse mais verdadeiro do que enquanto escrevia este livro. Eu fiz muito trabalho comigo mesmo. E enquanto eu tentava superar os sentimentos desafiadores da minha infância, eu percebi a verdade: Isso ...

Compartilhe

Prólogo

Caminhante
Caminhante
Prólogo
/

Quando eu estava no terceiro ano da faculdade, mudei minha situação de trabalho de jogar pizzas no Sammy's para servir bebidas do outro lado da rua, no bar e restaurante Houligan's. O Houligan's era um estabelecimento no centro da cidade mais sofisticado do que um bar de faculdade comum ao longo da Water Street. As gorjetas na área do bar, no entanto, geralmente consistiam em sobras de troco, e desde o coquetel ...

Compartilhe

Capítulo 1 [Parte Um | Infância; Barron (1963-1971)]

Caminhante
Caminhante
Capítulo 1 [Parte Um | Infância; Barron (1963-1971)]
/

Nasci e fui criado no Condado de Barron, uma área rural humilde no noroeste de Wisconsin. No colégio, aprendi com minha mãe, que era então tesoureira do condado de Barron, que na verdade o condado de Barron tem mais vacas do que pessoas. Ao longo dos anos, compartilhei esse boato várias vezes, como se explicasse algumas coisas. Exatamente o que eu não ...

Compartilhe